Do Singular ao Plural” é um projeto incentivado criado em 2019 que busca realizar uma apresentação cênica musical com participação de várias pessoas da população em geral.

O projeto tem como base o segmento cênico onde se pretende construir uma apresentação de teatro em dois formatos distintos, para uma temporada de 8 apresentações com ingressos a preços populares.

No espetáculo cênico que podemos chamar de principal, serão utilizadas 25 canções originais de autoria do Maestro Marco Aurêh, onde ao longo de 3 meses, 23 atores ensaiarão a obra O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, cujo texto, como forma diferencial das demais montagens, foi adaptado para que possamos exaltar a obra dentro da realidade da cultura e regiões brasileiras.

Todas as canções da nossa adaptação são autorais como dito anteriormente, privilegiando os ritmos brasileiros, o português do Brasil e instrumentos musicais também nacionais. Nosso cenário será também composto por paisagens brasileiras e o nosso elenco será construído com o mesmo viés, isto, nosso elenco será brasileiro, será plural. Com direção geral de André Sampaio Hardman, o espetáculo principal levará a plateia ao universo multirregional do Brasil.

Paralelamente à construção do musical será desenvolvido um segundo produto cultural, coordenado por Nildo Hardman Sampaio, a partir da contrapartida que se pretende oferecer: durante 3 meses serão oferecidas à população em geral, de forma gratuita e com capacidade para atender até 150 pessoas, oficinas de teatro com foco na dança, canto e interpretação, dando conhecimento e possibilidade à essas pessoas para que possam atuar em cena, e quem sabe até despertar nelas o interesse pelo ofício da arte como trabalho. Nosso intuito é levar a arte e a possibilidade de novos ofícios para quem realmente necessita. Do Singular ao Plural é isso: fazer da diversidade uma ferramenta que faz do presente uma chance concreta para novos caminhos futuros.